Piercing na orelha – Modelos, Cuidados e Como é Colocado

Os piercings são a nova sensação do momento. Hoje em dia não existe mais aquele preconceito de ser brega ou inadequado, aliás, existem muitos modelos mais sofisticados e feito com um material melhor que muitos brincos. O piercing na orelha é o mais procurado entre mulheres e alguns homens. Entretanto antes de colocar surgem algumas dúvidas de qual é o melhor modelo e quais são os principais cuidados. Confira nesse texto as principais informações que você precisa saber antes de fazer seu furo!

Piercing orelha

Modelos mais comuns

Muita gente não sabe, mas existe inúmeros modelos de piercing para orelha. O mais tradicional e o mais fácil de se encontrar é a argolinha. Alguns estúdios não trabalham com outros tipos de joia, mas confira aqui a variedade de opções.

  • Transversal

É colocado na parte superior da orelha e a joia é em formato de bastão. Para poder passar de um lado para o outro, são necessários dois furos.

Piercing orelha

  • Helix

Helix, é o tipo de piercing mais convencional, pode ser colocado uma argolinha ou outro tipo de formato de joia. O furo é localizado no topo da parte superior da orelha.

Piercing orelha

  • Anti Helix

Esse furo é quando a perfuração é feita na parte inferior da orelha, normalmente é feito mais de um furo por pessoa para ter um destaque maior.

Piercing orelha

  • Orbital

Mais conhecida como a argola que atravessa a orelha, esse tipo é conhecido como um dos mais doloridos, por passar por uma camada muito grossa de cartilagem.

Piercing orelha

  • Rook

É feito no interior da orelha. Não se engane com o tamanho pequeno, pois é colocado em uma área bem sensível e que dói muito.

Piercing orelha

  • Tragus

Esse é um queridinho por ser mais delicado. Ele fica localizado perto da bochecha.

Piercing orelha

Como é colocado?

Para piercings na orelha é recomendado furar em um estúdio de piercing, com um especialista. Furos com aquela maquininha de farmácia, podem romper sua cartilagem pelo impacto e ter grande chance de inflamação.

A colocação é feita em segundos com ajuda de uma agulha bem grossa. A dor é muito relativa, pois depende do lugar do furo e da sua sensibilidade. Como a cartilagem é como se fosse um osso mais “mole”, pode incomodar um pouco, mas nada insuportável.

Quanto custa?

O preço varia entre R$30,00 a R$100,00, mas suspeite de um preço muito barato, pois a joia pode não ser qualificada e te dar mais chance de inflamação. Ou seja, não use o preço para determinar a escolha do lugar, procure indicações ou faça com alguém confiável. Sem dúvidas essa é a melhor dica!

Cuidados

Após fazer o furo, é necessário alguns cuidados para que o piercing cicatrize corretamente. A limpeza do local é indispensável! É necessário limpar umas duas vezes por dia, em média. Utilize água oxigenada ou faça a limpeza no próprio banho, se achar necessário aplique uma pomada para ajudar na cicatrização. Além da higiene, uma ótima sugestão é você ficar “rodando” sua joia, mas sempre com as mãos limpas, ok? As infecções são causadas por bactérias, e muitas delas estão nas nossas próprias mãos.

Muitas pessoas acreditam que a mudança da alimentação também influencia no tempo de cicatrização. Evite alimentos muito gordurosos e pesados.

Com o lidar com inflamações?

São muito comuns as inflamações na região da orelha. Nesses casos é preciso higienizar a área com mais frequência, até que não reste nenhum resquício de sujeira. Se a infecção persistir, utilize alguma pomada anti inflamatória.

O que não te contaram sobre piercing na orelha

  • Você não vai poder dormir em cima da orelha furada durante 6 meses.
  • Sua orelha pode ficar dolorida, mesmo depois de meses do furo.
  • Não se assuste, mas vai sair secreção.
  • Se seu cabelo for comprido, seu piercing vai enroscar nele inúmeras vezes.
  • Não adianta levar uma joia para a pessoa que vai fazer seu furo, cada profissional trabalha com as suas próprias joias.

Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply