Como fazer o próprio convite de casamento

Muitas vezes o sonho de um casamento fica complicado pelo fato do orçamento e qualquer ajudinha já vale a pena. Além das roupas e da festa, que não podem ser feitos de qualquer forma, os convites de casamento não ficam fora da lista de itens bacanas e que devem ter um bom gosto, porém, que requer um bom investimento para ser sempre lembrado pelo bom gosto e originalidade.

Claro que contratar uma empresa para a realização dessa tarefa é uma ótima opção – e também, a mais comum, pois tira um grande peso das costas dos noivos, que já estão repletos de outras atividades. Porém, nem sempre pagar pelo convite é possível, principalmente quando a verba é curta. Nesses casos, uma dica bem bacana e prazerosa é fazer os convites em casa. Gostou da ideia? Então chame o noivo(a) e acompanhe algumas dicas!

Tire um tempo para ir à papelaria e comprar papéis que sejam propícios à impressão (os ideais são vergé e couché). Depois de testado o papel, é hora de o casal sentar junto e pensar numa forma bem criativa de chamar os convidados. Evite cores escuras, pois a impressão pode ficar apagada. Os tons mais procurados são os pastéis. Para a impressão utilize uma impressora a laser para os traços ficarem mais definidos, ou, caso sobre uma verba, leve para ser impresso numa gráfica digital rápida, pois o preço costuma ser bem acessível, além do que, eles entregam esse material já cortado, o que diminui um pouco do trabalho mais “delicado” que se tem ao fazer um convite de casamento em casa.

Quando estiver pronto, utilize uma resina, parafina ou uma fita de cetim para lacrar. Não esqueça que o convite deverá conter o nome dos convidados, da igreja e seu endereço e o local da festa. Fique atento ao tamanho do envelope, pois ele precisa comportar o convite sem dobra-lo. A cor do envelope pode ser a cor principal do seu casamento – pois é muito comum ter aquela cor predominante na decoração dos ambientes de um casamento. Escreva o nome do convidado no envelope, mas antes teste bem a caligrafia e escolha a caneta certa – de tinta preta ou metálica são as melhores.

Informe-se sobre amigos que saibam mexer em programas específicos para fazer convites e peça ajuda. Programas como Photoshop, CorelDraw e Illustrator são ótimos! Convite de casamento no Photoshop fica muito bem feito e não é difícil de fazer, nele você pode adicionar fotos e efeitos do jeito que preferir. Meses antes leiam manuais e aprendam a mexer, assim vocês podem montar o convite de acordo com a preferência de cada um.

Convites de Casamento enviados por email

Com o advento da internet e as diversas campanhas de conscientização ambiental, muitos noivos estão optando por deixar de imprimir o convite e enviá-lo por email. E isso está cada vez mais comum, sejam nos casamentos, aniversários, formaturas e demais eventos.

Se você optar por enviar o convite de casamento por email, saiba que, além de uma atitude moderna e de respeito a natureza, você estará economizando ainda mais em seu casamento. Pois, o gasto será zero, sem papel, impressão, envelope e quilômetros rodados para entregar os convites. Porém, fique atento: nem todos os convidados tem acesso diário a internet ou o costume de verificar o email, por isso, ao enviar, dê uma ligadinha, pois além de comunicar sobre o convite, serve para reformar ainda mais que a presença dessa pessoa, nesse momento tão especial, é importante.

Esperamos ter ajudado casais que estão passando por perrengues na hora de fazer o próprio convite de casamento. Caso já tenha escolhido o de sua preferência, compartilhe suas dicas de como fazer o convite em casa!


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply