Casamento ao Ar Livre. Os encantos do casamento ao ar livre

Nos dias atuais poucos eventos são mais chiques do que um belo casamento ao ar livre, já que esse tipo de cerimônia é rica em seus detalhes e exige uma boa pesquisa dos noivos antes de optar por sair do clássico “igreja + recepção”. A primeira delas é escolher a melhor data para o casamento, levando-se em consideração que nesse estilo de cerimônia as pessoas não estarão debaixo de um teto convencional – então a primeira intervenção, claro, é escolher uma data que não esteja entre os períodos normalmente chuvosos das estações brasileiras.

Nessas horas é bom ficar de olho na meteorologia e até dar uma ligadinha para o centro meteorológico da cidade ou do estado, mas a escolha quase certa é a primavera. Além de a estação apresentar baixo índice de chuvas, é um ótimo período para comprar flores bonitas e decorar em alto estilo o local escolhido tanto para a cerimônia quanto para a recepção, já que a primavera é a estação do desabroche das flores (o que acaba, também, reduzindo consideravelmente o custo com esse tipo de material). De qualquer forma, ter um plano B é sempre fundamental. O casamento pode ser ao ar livre, mas não deixe de alugar tendas para cobrir os convidados e o altar da cerimônia e abrigá-los não só da chuva, mas também de um sol muito forte – o que pode ocorrer, dependendo da hora escolhida para a cerimônia.

Fotos Casamento ao Ar Livre

Outra das principais dicas de casamento para a cerimônia ao ar livre é considerar diversos lugares diferentes para o evento. Claro que a vontade da grande maioria é se casar na praia, ao pôr do sol, mas nem todo mundo mora na praia. Então a dica é considerar fazendas, casas de campo, country clubes e outros tipos de cenário que dão um ar rústico ao casamento. Sítios e casas de festas mais elegantes também podem ser ótimas opções para um casamento fora do trivial, e também costumam custar mais barato do que os salões de festa e as igrejas, se os custos forem somados. Portanto, outro grande motivo (bastante econômico) para pesquisar bem os lugares possíveis antes de decidir em que lugar fazer sua festa. Mas não se esqueça: assim como a escolha pelo casamento ao ar livre, o local da cerimônia também deve ser significativo para os noivos.

Outro item importante do planejamento é o traje dos noivos e dos convidados nesse tipo de evento ao ar livre. Os vestidos de noiva utilizados nesses casamentos são mais casuais, como manda o figurino e as dicas de etiqueta – afinal, ninguém vai se casar no meio do campo em pleno sol do meio dia com meia dúzia de forros debaixo do vestido e muito menos rendas e pedrarias pesadas. Não tem problema o vestido ser longo, desde que seja mais descontraído e levinho. Ter um vestido adequado para a festa escolhida não vai ser menos elegante; pelo contrário, fica lindo.

Por fim, casamento ao ar livre, com toda a sua descontração e casualidade, também pede uma pesquisada nas possibilidades de menu do evento. Se o casamento for de dia, petiscos mais leves dão o tom do evento. Almoço e jantar completo podem ser servidos sem o menor problema, desde que o horário da recepção seja um diferencial para o prato que será escolhido. Se for mais à tarde, o ideal é começar a recepção com um brunch bem leve, com pães e geléias, suflês, saladas e crepes, e depois passar para um prato quente de sustância e qualidade. Se o casamento for durar o dia inteiro (o sonho de qualquer casal), o ideal é que o coquetel de recepção tenha mini porções servidas durante todo o evento, com cada alimento respeitando seu horário de ser servido. Risotos e escondidinhos, por exemplo, são boas opções para que os convidados possam se deleitar antes que os noivos cortem o bolo.

Se você está planejando o seu casamento ao ar livre e tem outras dicas que podem enriquecer essa matéria, sinta-se a vontade para comentar abaixo, falando sobre como anda os preparativos para o seu casamento ao ar livre. Participe!


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply